top of page

Personalidades

ALEXANDRE CHITTO

Filho de imigrantes italianos, o jornalista e historiador Alexandre Chitto nasceu no dia 07 de Fevereiro de 1901 no bairro da Rocinha em Lençóis Paulista. Iniciou seus estudos nas Escolas Isoladas do Município. Em 1914 foi para a Itália com os familiares e aí estudando recebeu o Certificado do Cursode Madureza. Na volta para o Brasil, passou a residir em São Paulo, onde frequentou a Escola de Comércio “12 de Outubro” (diplomando-se Perito Contador) e a Escola de Sociologia e Política da Universidade de São Paulo, no prédio da Escola “Alvares Penteado”. Retornando a Lençóis, trabalhou no comércio e paralelamente iniciou-se no campo jornalístico, fundando o jornal O Eco em 06 de Fevereiro de 1938.

 

Começou suas pesquisas sobre a história de Lençóis e publicou livros:

  • Notas para a história de Lençóis

  • Lençóis Paulista Ontem e Hoje

  • Lençóis Paulista nos Esportes

  • Lençóis Paulista nos seus 120 anos

  • Lençóis Paulista Boca do Sertão.

 

Colaborou com crônicas nos livros: “Pensando Alto” e “Antologia dos Escritores Lençoenses” (I e II). Envolvido pela história de Lençóis Paulista, motivou-se em instalar um Museu na cidade. O Museu Histórico e Cultural “Alexandre Chitto”, hoje “Museu Alexandre Chitto”, foi inaugurado dia 23 de Abril de 1988 e possui um acervo numeroso e diversificado, que chama a atenção pela importância e raridade das peças. Alexandre Chitto faleceu no dia 11 de setembro de 1994 e deixou para Lençóis, três presentes culturais e uma valiosa contribuição para preservar a memória da terra natal que ele tanto amou: o Jornal “O ECO”, os Livros Históricos sobre Lençóis e o Museu Histórico e Cultural “Alexandre Chitto”.

Alexandre Chitto.jpg
bottom of page