IGREJAS HISTÓRICAS

Centro histórico de Lisboa

Santuário de Nossa Senhora da Piedade

A Paróquia de Lençóis é citada no documento de doação das terras a Nossa Senhora da Piedade, em 28 de abril de 1858, o que nos assegura que ela já existia nesta data e, presume-se, que existia uma capela dedicada à Nossa Senhora da Piedade, sendo então a primeira igreja-matriz da cidade.


Em 2000, a Matriz da Piedade foi declarada por Dom Antônio Maria Mucciolo, então arcebispo de Botucatu, Santuário Jubilar, transformando-se no destino de romeiros de toda a região, recebendo a designação de Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora da Piedade.


A Matriz, agora Santuário, passou por três grandes reformas, sendo a última ocorrida em 2015, onde envolveu simbolismo, pesquisa e muito empenho. O piso antigo de tijolo assentado foi substituído por granito / quartzo. A parede recebeu o mesmo material, com detalhes em mármore e painéis brancos e amarelos, simbolizando uma joia. No fundo da igreja foi realizado o retábulo com a imagem de Nossa Senhora Aparecida e sete raios amarelos atrás. No centro da igreja está uma releitura do brasão do Papo João Paulo II, com o M de Maria. O teto pintado na cor azul recebeu revestimento de estrelas, para dar profundidade ao céu e simbolizar o manto de Nossa Senhora da Aparecida. Os tons da pintura externa resgatam os primórdios da igreja. Os vitrais do Santuário que foram doados por famílias lençoenses e conferem ainda mais beleza à construção foram preservados.


O Santuário abriga ainda imagem da Pietá esculpida em madeira por artista italiano, obras em quadros da artista plástica lençoense, Ivone Paccola, na qual retrata as dores de Maria e a réplica da “Cátedra” utilizada pelo Papa Bento XVI, quando veio ao Brasil para canonização do Frei Galvão e que foi construída pelos alunos da Unidade SENAI de Lençóis Paulista. Recentemente o Santuário passou por uma reforma interna e externa prevalecendo toda sua estrutura e beleza arquitetônica.

Seu jardim abriga esculturas, onde há uma imagem de um anjo indicando o caminho das dores de Nossa Senhora e outras sete representando as Setes Dores da Mãe da Piedade.

Endereço:

Praça José Magnani, de fronte à Rua 7 de setembro s/n°